IJUI NEWS - Polícia Civil Gaúcha entrará em greve na segunda-feira (06)

Min: 16º
Max: 25º
Chuva pela Manhã
logo ijui news
SorrisoSorriso
LM COPY 1

Polícia Civil Gaúcha entrará em greve na segunda-feira (06)

Somente serão atendidos flagrantes e casos de maior gravidade.

Matéria Publicada em: 02/11/2017
Assembleia da categoria decidiu pela greve a partir de segunda (6). Foto: Ugeirm/Divulgação

Em Assembleia Geral, realizada nessa quarta-feira (1º), agentes da Polícia Civil do RS deliberaram pela deflagração de greve pelo pagamento dos salários, a partir de segunda-feira (06/11).

A decisão da Assembleia foi unânime e referenda a posição tomada pelos policiais em reuniões realizadas em várias cidades do interior.

Além da deflagração da greve, a Assembleia também deliberou:

– A greve só será suspensa quando da integralização dos salários de todos (as) os (as) Agentes;

– Manutenção da categoria em Assembleia Permanente, enquanto não for regularizado o pagamento dos salários dos policiais civis.

– Deflagração de greve sempre que os salários não forem pagos na data prevista em lei.

Orientações para a Greve dos agentes da Polícia Civil/RS

1 – O Movimento Grevista manterá os atendimentos de urgência e emergência no período que durar a greve, o que representa a manutenção 30% de cada órgão da PC, quando houver a necessidade de atuação pela emergência e urgência. O objetivo é garantir a prestação dos serviços indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da Comunidade.

2 – A determinação é para que não haja circulação de viaturas, de modo que todas devem permanecer no órgão a que pertencem enquanto durar o movimento grevista;

3 – Não haverá cumprimento de MBAs, mandados de prisão, operações e ações policiais, serviço cartório, entrega de intimações, oitivas, remessas de Inquéritos Policiais ao Poder Judiciário e demais procedimentos de polícia judiciária;

4 – As DPPAs e Plantões somente atenderão os flagrantes e casos de maior gravidade, tais como: latrocínios, homicídios, estupros, ocorrências envolvendo crianças, adolescentes e idosos e Lei Maria da Penha. Deverão ser efetuados também o registro de furtos de veículos. Além daquelas ocorrências em que o Comando de Greve ou o plantonista julgar imprescindível a intervenção imediata da Polícia Civil;

5 – É fundamental mantermos o diálogo com a população, explicando os motivos da nossa greve, mostrando que a nossa luta é por uma segurança de qualidade, com um serviço público que funcione. O principal objetivo da nossa greve é denunciar a falta de segurança do povo gaúcho;

6 – Greve é na Delegacia!

Informações e orientações importantes

1 – O Policial Civil em estágio probatório pode participar da Greve?

SIM. Referente aos policiais civis em estágio probatório, estes têm assegurados todos os direitos previstos para os demais servidores, podendo e devendo exercer seu direito constitucionalmente previsto de participar de uma greve.

Recentemente o STF julgou Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 3235) onde os ministros decidiram que “Não há embasamento na constituição para que se faça distinção entre servidores estáveis e não estáveis, nos caso de participação em movimento grevista”. Nesse sentido é Legal o exercício grevista também dos policiais civis nessa condição.

2 – O Policial Civil pode ser punido por participar da Greve?

NÃO. Os policias civis não podem ser punidos por sua adesão e participação na GREVE, pois, como dito acima, todas as exigências de ordem legal foram cumpridas pelos sindicatos para garantir sua participação no movimento, o que impede que qualquer providência de ordem administrativa, ou outra, possa contra ele ser tomada, o mesmo acontecendo com os policiais em estágio probatório.

IMPORTANTE:

As ocorrências e as dúvidas serão esclarecidas pelo Comando de Greve que manterá Plantão de 24 Horas, inclusive com Assessoria Jurídica para respaldo dos policiais civis em greve.

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

termos de uso
Center Car lados