IJUI NEWS - PC poderá reconstituir morte de sargento da PRE; “foi um colega dele que atirou”, diz suspeito
Min: 15º
Max: 26º
Predomínio de Sol
logo ijui news
Inova topoInova topo
Seiko eee

PC poderá reconstituir morte de sargento da PRE; “foi um colega dele que atirou”, diz suspeito

Delegado responsável pelo caso, Josuel Muniz, aguarda laudos do IGP para concluir o inquérito da morte do sargento Viana da PRE.

Matéria Publicada em: 30/09/2017
Leomar Rempel, o Alemão, na prisão após o assalto na Emater de Bozano. Foto: Abel Oliveira/arquivo.

A Polícia Civil (PC) de Cruz Alta não descarta uma reconstituição da morte do sargento da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), Naurio Adão Garcia Viana, o sargento “Viana”, aos 47 anos, crime registrado na manhã do dia 21 de agosto, na ERS-342, em frente ao posto policial de Cruz Alta.

Policial Rodoviário Estadual é morto em serviço, na ERS-342, em Cruz Alta

O delegado Josuel Muniz, responsável pelo caso, aguarda laudos periciais do IGP – balístico e de local do crime - para concluir o inquérito e encaminha-lo à Justiça.

Antes, caso os laudos sejam inconclusivos, Muniz poderá proceder à reconstituição do crime.

Segundo o delegado, os policiais rodoviários que participaram da abordagem de um veículo roubado garantem que o tiro que matou “Viana” foi dado pelo ocupante do veículo a ser parado na rodovia.

Porém, uma nova hipótese surgiu a partir da prisão de Leomar Rempel, o “Alemão”, de 34 anos, apontado como autor da morte.

Ele foi preso após assalto na Emater de Bozano, quase um mês depois do homicídio.

Suspeito pela morte de policial rodoviário de Cruz Alta é preso após assalto na Emater de Bozano

Na oportunidade, questionado sobre o crime em Cruz Alta, Rempel negou a autoria;

“não fui eu, foi um colega dele que atirou”, disse na chegada à DP de Ijuí.

Ele reafirmou a versão em depoimento à Polícia, negando a autoria da morte do policial.

Por outro lado, assumiu o assalto em uma residência de Santo Ângelo, de onde roubou o carro, armas e dinheiro, o que originou a tentativa de abordagem da PRE em Cruz Alta.

Suspeito da morte de policial rodoviário é foragido de Ijuí

“Alemão” é natural de Panambi. Na época dos fatos em Santo Ângelo e Cruz Alta, ele cumpria pena de 46 anos de reclusão por crimes de roubo e extorsão e receptação. As condenações judiciais são das Comarcas de Ibirubá (3), Cruz Alta e Panambi (2).

Fotos: Abel Oliveira / Cópias não autorizadas - Lei nº 9.610/98.

Seiko DDD