IJUI NEWS - Jurados negam tentativa de homicídio e réu acaba condenado por disparo de arma de fogo
Min: 15º
Max: 26º
Predomínio de Sol
logo ijui news
Multas Multas
Seiko eee

Jurados negam tentativa de homicídio e réu acaba condenado por disparo de arma de fogo

Alvair Machado, o “Vico”, foi julgado nesta quinta (11), no Fórum de Ijuí, e restou condenado por disparo de arma, com agravante da reincidência, a pena de 3,2 anos de reclusão no semiaberto.

Matéria Publicada em: 11/10/2018
Julgamento de Alvair Machado ocorreu nesta quinta (11), no Fórum de Ijuí. Foto: Abel Oliveira (por celular).

Os jurados do Tribunal Popular do Júri de Ijuí negaram o quesito de tentativa de homicídio imputada ao réu Alvair Machado, o “Vico”, em julgamento realizado nesta quinta-feira (11), no Fórum de Ijuí.

Saiba Mais

Homem acusado de tentar matar a ex. a tiros em Ijuí será julgado nesta quinta (11)

Assim, o juiz presidente do Tribunal, Eduardo Giovelli, sentenciou o réu por disparo de arma de fogo em local habitado e nas proximidades de pessoas, com pena agravada pela reincidência.

A pena total ficou em 03 anos e 02 meses de reclusão, no regime inicial semiaberto, com direito de apelo em liberdade.

Alvair Machado foi julgado por fatos registrados na data de 10 de dezembro de 2014, por volta das 9h, na casa do então casal, na Rua Graça Aranha, no bairro Luiz Fogliatto.

Após uma discussão, ele teria efetuado disparos de arma de fogo contra sua então companheira, que resultou ferida em uma das pernas por estilhaços de um projetil.

No curso do processo, a vítima, em juízo, diferentemente do que havia dito na fase policial, assumiu que mentiu ao acusar o ex-marido de ter atirado contra ela.

Disse que ela mesma se lesionou ao disparar a arma de fogo contra “Vico” para não permitir que ele saísse de casa (possível separação).

Imagens/Fotos: Abel Oliveira / Cópias não autorizadas - Lei nº 9.610/98.

rad d