IJUI NEWS - Polícia de Cruz Alta prende pedófilo; homem confessou sexo com ao menos 26 meninos
Min: 15º
Max: 26º
Predomínio de Sol
logo ijui news
Multas Multas
Britinho lateral esq

Polícia de Cruz Alta prende pedófilo; homem confessou sexo com ao menos 26 meninos

Carlos Alberto Saraiva Júnior, 32 anos, foi preso em Santa Maria por equipe coordenada pelo delegado de Cruz Alta Josuel Muniz. Preso seduzia meninos pelo WhatsApp.

Matéria Publicada em: 15/11/2018
Carlos Alberto Saraiva Júnior foi preso pela Polícia Civil nesta quinta (15)

Agentes da Delegacia de Polícia Civil de Cruz Alta, sob coordenação do delegado Josuel Muniz, prenderam, nesta quinta-feira (15), na cidade de Santa Maria, Carlos Alberto Saraiva Júnior, de 32 anos, em cumprimento a mandado de prisão preventiva.

Ele é investigado por pedofilia, mais precisamente por “facilitação de participação de adolescente em cena pornográfica” - crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) – e, também, “favorecimento da prostituição de adolescente” – delito previsto no Código Penal (CP).

Investigação de seis dias teve início com a denúncia de uma mãe de um adolescente de 14 anos, residente em Cruz Alta, que encontrou mensagens no celular do filho, via WhatsApp, em que o preso pedia fotografias de nudez e em poses eróticas.

Nas mensagens, Carlos Alberto prometia um par de chuteiras ao menino e combinava encontro em algum hotel de Cruz Alta para relações sexuais. Algumas fotos foram enviadas pelo menor ao investigado.

Em depoimento à Polícia, Carlos Alberto confessou os crimes. Admitiu que iniciava amizade com meninos que tinham aspiração na carreira de jogador de futebol. Contou que, após as relações sexuais, os presenteava com chuteiras, recargas de telefone, ‘auxílio financeiro’ e promessa de ascensão profissional em algum clube, por exemplo.

O investigado treinou, no passado, equipe infantil e infanto-juvenil em Santa Maria, cujo nome era ‘Internazionale’. Atualmente se identificava como ‘empresário de futebol’ para atrair os meninos.

No interrogatório, Carlos Alberto citou 26 nomes de meninos dos quais recebeu fotos em poses pornográficas e com os quais manteve relações sexuais. Algumas dessas vítimas são do RS, outras de Santa Catarina.

Ressalta o delegado Josuel Muniz que o preso confessou a prática de atos de pedofilia com muitos outros garotos, mas que lembrou apenas do nome desses 26 citados, que serão ouvidos pela Polícia.

Com autorização judicial, o delegado teve acesso aos telefones usados pelo investigado, onde foram encontradas, armazenadas, mais de 2 mil fotografias de menores em posições eróticas.

Também foi constatado que ele tinha contato com pedófilos de todo o país, onde eram trocados fotos e contatos de menores, formando uma rede de pedofilia.  

Twitter - @IjuíNews

Seiko DDD