IJUI NEWS - Por um ano inteiro amarelo
Min: 15º
Max: 26º
Predomínio de Sol
logo ijui news
Paim Paim
Britinho lateral esq

Por um ano inteiro amarelo

Por, Kayane Zanini | Psicóloga - CRP 07/28.716

Matéria Publicada em: 25/10/2019

Durante o mês de setembro, o amarelo tomou conta de diversos lugares. Edifícios, avatares nas redes sociais, ruas, sites e cartazes usaram a c para chamar atenção sobre a campanha do Setembro Amarelo, de prevenção do suicídio. Uma iniciativa necessária em defesa da vida. Mas, e quo chega outubro?

Infelizmente, a realidade continua durante todos os dias do ano. No mundo todo, uma pessoa tira sua própria vida a cada 40 segundos. No Brasil, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a taxa de suicídios a cada 100 mil habitantes aumentou 7%, enquanto o índice global teve queda de 9,8%, de 2010 a 2016. A entidade revelou ainda que essa é a quarta principal causa de mte entre adolescentes e jovens.

Números que refletem a urgência de discutirmos o tema de fma permanente. Não podemos apenas lembrar disso durante um mês e, depois, agir de fma reativa, quo alguém próximo ou de gre expressão atenta contra a própria vida. Sociedade, profissionais da saúde, da assistência social e do poder público precisam atuar em planos de prevenção, conscientização e ftalecimento de redes de amparo.

As ideações suicidas não escolhem momento para surgir. Acometem indivíduos de todas as idades, gêneros, classes e ces. Há sinais que precisam ser observados pelos familiares e conhecidos. Quo a pessoa fala em mrer, em não continuar. Quo há isolamento social, desinteresse pelas atividades diárias, mudanças no sono e na alimentação.

Alertas que exigem de nós uma postura acolheda: carinho, cuidado, conversas, sem julgamentos. É preciso estar presente e aberto para ajudar. E buscar apoio da família, dos serviços de saúde mental, como os CAPS e o Centro de Valização da Vida (CVV), que oferece atendimento gratuito 24 has p dia, 7 dias p semana, pelo telefone 188.

Começa com cada um de nós a mudança dessa realidade. Precisamos, sim, falar sobre suicídio. Para que não tenhamos apenas setembro, mas 365 dias de conscientização. Um ano inteiro amarelo e com atenção à vida.

Kayane Zanini

Psicóloga - CRP 07/28.716 -  psikayanezanini@gmail.com

Seiko DDD