IJUI NEWS - VÍDEO: PMs de Ijuí são investigados por crimes de denunciação caluniosa e fraude processual
Min: 15º
Max: 26º
Predomínio de Sol
logo ijui news
Rad mais novoRad mais novo
rad E

VÍDEO: PMs de Ijuí são investigados por crimes de denunciação caluniosa e fraude processual

Segundo representação do delegado Fábio Idalgo Peres, o capitão Gilmar e o sargento Heberlle teriam coagido, no interior do Batalhão, uma testemunha de um fato a mudar seu depoimento prestado anteriormente na DP, com intenção de atrapalhar as investigaçõe

Matéria Publicada em: 11/04/2017
Testemunha depondo em juízo. Foto: Reprodução / Vídeo Ijuí News

A partir de representação formulada pelo delegado Fábio Idalgo Peres a Polícia Civil instaurou um inquérito policial que visa apurar o crime de denunciação caluniosa – pena prevista de 02 a 08 anos de reclusão e fraude processual - pena de 06 meses a 04 anos de reclusão.

São investigados o capitão Gilmar Bischoff e o sargento Marcos Heberle, ambos lotados do Batalhão da Brigada Militar de Ijuí.

Segundo a PC, os fatos se deram em maio de 2016, quando uma guarnição supostamente teria adentrado em uma residência e lesionado um adolescente.

Os investigados teriam coagido, no interior do Batalhão, uma das testemunhas do fato a mudar seu depoimento prestado anteriormente na DP, com intenção de atrapalhar as investigações.

Em audiência na 1ª Vara Criminal de Ijuí a testemunha disse como o fato aconteceu, na presença do Ministério Público e de advogados.

Em auditoria realizada no sistema informatizado "CSI" pelos investigados constatou-se que estariam criando um mecanismo de defesa em uma ação penal que o MP havia movido contra alguns Policiais Militares (PMs), na época.

A Corregedoria da Brigada Militar vai acompanhar o caso.

Fonte: Polícia Civil

VEJA: Parte do depoimento em juízo da testemunha referida pela Polícia

Polícia Civil / Divulgação

 

rad d